Table of Contents
Urban Studies Research
Volume 2012, Article ID 918931, 9 pages
http://dx.doi.org/10.1155/2012/918931
Review Article

Quality of Life and Socioenvironmental Degradation in the Cantareira System Environmental Protected Area, SP, Brazil

1NEPAM, Environmental Studies Center, Campinas State University, Rua dos Flamboyants, 155 Cidade Universitária Zeferino Vaz, 13083-167 Campinas, SP, Brazil
2Centre for Sustainability Studies, FAAT College (NES/FAAT), Estrada Municipal Juca Sanches, 1050 Boa Vista, 12954-070 Atibaia, SP, Brazil

Received 11 December 2011; Revised 7 March 2012; Accepted 3 June 2012

Academic Editor: Michelle Thompson-Fawcett

Copyright © 2012 Sônia Regina da Cal Seixas et al. This is an open access article distributed under the Creative Commons Attribution License, which permits unrestricted use, distribution, and reproduction in any medium, provided the original work is properly cited.

Linked References

  1. G. Evans and S. Cohen, “Environmental stress,” in Handbook of Environmental Psychology, D. Stokols and I. Altman, Eds., vol. 1, pp. 571–610, John Wiley & Sons, New York, NY, USA, 1987. View at Google Scholar
  2. D. Banister, S. Watson, and C. Wood, “Sustainable cities: transport, energy, and urban form,” Environment and Planning B, vol. 24, no. 1, pp. 125–143, 1997. View at Google Scholar · View at Scopus
  3. D. Hogan, “Um breve perfil ambiental do estado de São Paulo,” in Migração e Ambiente em São Paulo: Aspectos Relevantes da Dinâmica Recente, D. Hogan, J. M. P. Cunha, R. Baeninger, and R. L. Carmo, Eds., pp. 275–381, Nepo/Unicamp, Campinas, Brasil, 2000. View at Google Scholar
  4. P. Hall, “Sustainable cities or town cramming,” in Planning For a Sustainable Future, A. Layard, S. Davoudi, and S. Batty, Eds., pp. 101–114, E & FN Spon, London, UK, 2001. View at Google Scholar
  5. P. Howley, M. Scott, and D. Redmond, “Sustainability versus liveability: an investigation of neighbourhood satisfaction,” Journal of Environmental Planning and Management, vol. 52, no. 6, pp. 847–864, 2009. View at Publisher · View at Google Scholar · View at Scopus
  6. M. Whately and P. Cunha, Cantareira 2006: Um Olhar Sobre o Maior Manancial de Água da Região Metropolitana de São Paulo, Instituto Socioambiental, São Paulo, Brasil, 2007.
  7. S. R. C. S. Barbosa and J. L. M. Höeffel, “Qualidade de vida e complexidade social na APA Cantareira,” SP: Um Estudo Sobre Degradação Socioambiental E Subjetividade”, Relatório Científico, FAPESP, Campinas, Brasil, 2008. View at Google Scholar
  8. J. L. Hoeffel, A. A. B. Fadini, M. K. Machado, and J. C. Reis, “Percepção ambiental e conflitos de uso de recursos naturais—um estudo na APA do Sistema Cantareira, São Paulo, Brasil,” in Anais do III Encontro da ANPPAS(ANPPAS '06), pp. 1–15, Campinas, Brasil, 2006.
  9. J. L. M. Höeffel, “Concepções sobre a natureza e sustentabilidade. Um estudo sobre percepção ambiental na bacia hidrográfica do Rio Atibainha,” Nazaré Paulista/SP, Relatório de Pesquisa de Pós-DoutoradoProcesso CNPq n 151135/02-9 (NV), Bragança Paulista, Brasil, 2005. View at Google Scholar
  10. J. L. M. Höeffel, “Trajetórias do Jaguary. Unidades de Conservação, Percepção Ambiental e Turismo. Um estudo na APA do Sistema Cantareira,” Relatório Final FAPESP 2003/08432-5, Bragança Paulista, Brasil, 2006. View at Google Scholar
  11. A. A. B. Fadini and J. L. M. Höeffel, “Mulheres da APA Cantareira - Reflexos da Construção do Sistema Cantareira na identidade e no modo de vida local,” Relatório Parcial FAPESP, Bragança Paulista, Brasil, 2008. View at Google Scholar
  12. A. Almeida Jr., J. L. M. Höeffel, and O. Queda, A Propriedade Rural Como Símbolo, Hucitec, São Paulo, Brasil, 2008.
  13. J. L. Höeffel, A. A. B. Fadini, and S. R. C. Seixas, Sustentabilidade, Qualidade de Vida e Identidade Local, SP e Fernão Dias, MG, RiMa, São Carlos, Brasil, 2010.
  14. F. H. Buttel, “Sociologia ambiental, qualidade ambiental e qualidade de vida: algumas observações teóricas,” in Qualidade de Vida & Riscos Ambientais, S. Herculano, M. F. S. Porto, and C. M. Freitas, Eds., pp. 29–48, EDUFF, Niteroi, Brasil, 2000. View at Google Scholar
  15. A. Souza, Qualidade de Vida Urbana, Zahar, Rio de Janeiro, Brasil, 1984.
  16. F. H. Buttel, “Environmental and resource sociology: theoretical issues and opportunities for synthesis,” Rural Sociology, vol. 61, no. 1, pp. 56–76, 1996. View at Google Scholar · View at Scopus
  17. L. Brown, C. Flavin, and S. Postel, “O Planejamento de uma sociedade sustentável,” in Salve o Planeta! Qualidade de Vida-1990/Worldwatch Institute, L. Brown, Ed., Globo Rio de Janeiro, Brasil, 1990. View at Google Scholar
  18. U. Beck, Ecological Enlightenment—Essays on the Politics of the Risk Society, Prometheus Book, New York, NY, USA, 1995.
  19. U. Beck, The Reinvention of Politics, Polity Press, Cambridge, UK, 1999.
  20. F. H. Buttel, “Ecological modernization as social theory,” Geoforum, vol. 31, no. 1, pp. 57–65, 2000. View at Publisher · View at Google Scholar · View at Scopus
  21. J. A. Hannigan, Environmental Sociology, Routledge, New York, NY, USA, 2006.
  22. L. Brown, Salve o Planeta! Qualidade de Vida-1990/Worldwatch Institute, Globo Rio de Janeiro, Brasil, 1990.
  23. S. R. C. S. Barbosa, Qualidade de vida e suas metáforas. Uma reflexão socioambiental, tese de doutorado em ciências sociais [Tese de Doutorado], Instituto de Filosofia e Ciências Humanas—Universidade Estadual de Campinas, São Paulo, Brasil, 1996.
  24. R. L. Carmo and População, Meio qmbiente e qualidade de vida: o caso de Campinas (1970–1991), em sociologia [Dissertação de mestrado], Instituto de Filosofia e Ciências Humanas, Universidade Estadual de Campinas, São Paulo, Brasil.
  25. A. C. Leal, Meio ambiente e urbanização na microbacia do areia branca—campinas, são paulo, de geociências e meio ambiente [Dissertação de Mestrado em Geociências/Área], Instituto de Geociências e Ciências Aplicadas, Universidade Estadual Paulista, São Paulo, Brasil, 1995.
  26. J. Matavele, Ecologia e qualidade de vida: o caso da favela Vila Nogueira (Campinas, SP), em Ecologia [Dissertação de Mestrado], Instituto de Biologia, Universidade Estadual de Campinas, São Paulo, Brasil, 1992.
  27. S. R. C. S. Barbosa, “Identidade social e dores da alma entre pescadores artesanais em Itaipu, Rio de Janeiro,” Ambiente e Sociedade, vol. 7, no. 1, pp. 107–131, 2004. View at Publisher · View at Google Scholar
  28. S. R. C. S. Barbosa, “Subjetividade e complexidade social: contribuições ao estudo da depressão,” Physis, vol. 16, no. 1, pp. 317–350, 2006. View at Google Scholar
  29. S. R. C. S. Barbosa and J. L. M. Höeffel, “Qualidade de vida e complexidade social na APA Cantareira, SP: um estudo sobre degradação socioambiental e subjetividade,” Relatório Científico FAPESP, Campinas, Brasil, 2009. View at Google Scholar
  30. J. Galtung, “Development, environment and technology—towards a technology for self-reliance,” in Proceedings of the United Nations Conference on Trade and Development, Geneva, Switzerland, 1979.
  31. J. M. Montes and E. Leff, “Perspectivas ambientais del desarrollo del conocimiento,” in Problemas del Conocimiento y a Perspectiva Ambiental del Desarrollo, E. Leff, Ed., pp. 1–26, Siglo Veintiuno México, 1986. View at Google Scholar
  32. G. Gallopín, “Ecologia y Ambiente,” in Los Problemas del Conocimiento y a Perspectiva Ambiental del Desarrollo, E. Leff, Ed., pp. 88–130, Siglo Veintiuno Mexico, 1986. View at Google Scholar
  33. S. R. C. S. Barbosa, “Qualidade de vida e necessidades sentidas: uma aproximação teórica,” Humanitas, vol. 1, pp. 15–38, 1998. View at Google Scholar
  34. S. R. C. S. Barbosa, “Qualidade de vida e risco na teoria social latino-americana: algumas considerações sobre o caso brasileiro,” in Anais X Congresso Luso-Afro-Brasileiro de Ciências Sociais, pp. 1–13, Braga, Portugal, 2009.
  35. M. C. S. Minayo, Z. M. A. Hartz, and P. M. Buss, “Qualidade de vida e saúde: um debate necessário,” Ciência & Saúde Coletiva, vol. 5, no. 1, pp. 7–18, 2000. View at Google Scholar
  36. M. Pacione, “Urban environmental quality and human wellbeing—a social geographical perspective,” Landscape and Urban Planning, vol. 65, no. 1-2, pp. 19–30, 2003. View at Publisher · View at Google Scholar · View at Scopus
  37. E. M. F. Seidl and C. M. L. Zannon, “Qualidade de vida e saúde: aspectos conceituais e metodológicos,” Cadernos de Sau'de Pu'blica, vol. 20, no. 2, pp. 580–588, 2004. View at Publisher · View at Google Scholar
  38. CBH-PCJ, “Plano da Bacia Hidrográfica 2000–2003. Comitê de Bacias Hidrográficas-Piracicaba, Capivari e Jundiaí,” 2003, http://www.comitepcj.sp.gov.br/.
  39. J. L. M. Höeffel, M. K. Machado, A. A. B. Fadini, and F. Lima, “Concepções e percepções da natureza na Área de Proteção Ambiental do Sistema Cantareira,” in Anais do IV Congresso Brasileiro de Unidades de Conservação, vol. 1, pp. 346–356, Fundação O Boticário de Proteção à Natureza, Curitiba, Brasil.
  40. S. R. C. S. Barbosa, J. L. M. Hoeffel, S. B. Cintra et al., “Condições socioambientais e qualidade de vida na APA Cantareira, SP: uma abordagem preliminar dos municípios de Vargem e Nazaré Paulista,” in Anais IV Encontro Nacional da ANPPAS,, pp. 1–30, Brasília, Brasil, 2008.
  41. C. M. C. Rodrigues, Águas aos Olhos de Santa Luzia: Um Estudo de memória sobre o Deslocamento Compulsório de Sitiantes em Nazaré Paulista (SP), UNICAMP, Campinas, Brasil, 1999.
  42. J. L. Höeffel, A. A. B. Fadini, and C. F. S. Suarez, “The nature we all want-influences of São Paulo metropolis on tourism development in the bragantina region, São Paulo, Brazil,” Tourism and Hospitality Planning & Development, vol. 6, no. 3, pp. 191–205, 2009. View at Google Scholar
  43. N. Cabral and M. Souza, Área de Proteção Ambiental: Planejamento e Gestão, RIMA, São Carlos, Brasil, 2002.
  44. M. K. Machado, J. C. Reis, A. A. B. Fadini, J. L. Hoeffel, and F. B. Lima, “Moinho d’água: educação ambiental, participação e atuação comunitária,” in Sustentabilidade, Qualidade de Vida e Identidade Local. Olhares sobre as APAs Cantareira, SP e Fernão Dias, MG, J. L. Hoeffel, A. A. B. Fadini, and S. R. C. Seixas, Eds., pp. 149–163, RiMa, São Carlos, Brasil, 2010. View at Google Scholar
  45. J. S. Martins, A Chegada do Estranho, Hucitec, São Paulo, Brasil, 1993.
  46. B. S. Santos, A Globalização e as Ciências Sociais, Cortez, São Paulo, Brasil, 2002.
  47. V. L. G. S. Rodrigues, Urbanização e Ruralidade. Os condomínios e os Conselhos de Desenvolvimento Municipal, MDA, Brasília, Brasil, 2009.
  48. M. N. B. Wanderley, “A emergência de uma nova ruralidade nas sociedades avançadas—o “rural”como espaço singular e ator coletivo,” Estudos Sociedade e Agricultura, vol. 15, pp. 87–145, 2000. View at Google Scholar
  49. M. J. Carneiro, “Ruralidade: novas identidades em construção,” Estudos Sociedade e Agricultura, vol. 11, pp. 53–75, 1998. View at Google Scholar
  50. S. G. Paula, O campo na cidade: esportes country e ruralidade estetizada [Tese de doutorado], IUPERJ, Rio de Janeiro, Brasil, 1999.